Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Raquel Books

Raquel Books

27
Ago17

OPINIÃO// SHADOWHUNTERS


Offline Girl

Ultimamente para além dos passeios que tenho andado a fazer, os meus dias têm sido dedicados a ver séries, uma delas foi Shadowhunters que terminei na semana passada. 

"Clary Fray acabou de se inscrever na Academia de Artes do Brooklyn. No décimo oitavo aniversário, ela descobriu que ela é uma Caçadora de Sombras, um humano nascido com sangue de anjo que protege os humanos dos demónios. Naquela noite, a mãe de Clary, Jocelyn, é sequestrada por um grupo de Caçadores de Sombras malvados chamado O Círculo. O líder deles é o ex-marido de Jocelyn, Valentine Morgenstern.

Com a mãe desaparecida, Clary se volta para Luke, uma pessoa em quem confia, apenas para ser aparentemente traída. Clary junta-se com um grupo de Caçadores de Sombras para salvar sua mãe e descobre poderes que ela nunca soube possuir. Clary é jogada no mundo da caça aos demónios com o misterioso, narcisista e atraente Jace, e também seu amigo leal e nerd, Simon. Agora, vivendo entre fadas, guerreiros, vampiros e lobisomens, Clary começa uma jornada de auto-descoberta ao saber mais sobre seu passado e o que seu futuro pode aguentar."

Shadowhunters: The Mortal Instruments Poster    

A série é uma adaptação dos livros da sextologia "Instrumentos Mortais" de Cassandra Clare e neste momento estou a ler os livros. 

Estava bastante receosa quando iniciei esta série, não só por não saber se iria gostar mas também porque sou extremamente medrosa e detesto cenas de terror. Não é de todo uma série de terror, nunca me asssustei nem nada, é pura e simplesmente fantasia. Desde há uns tempos para cá, que tenho andando viciada em séries e livros de fantasia e tenho gostado imenso, o que me levou a começar. 

Quando vi o primeiro episódio, fiquei prendida à história, os acontecimentos, tudo era muito interessante e fazia com que quisessemos conhecer o resto daquele mundo. À medida que avançamos, percebemos que não é um mundo tão perfeito quanto parece, não se trata apenas dos Caçadores de Sombras a fazerem o seu trabalho, vamos tendo conhecimento de todos os problemas obscuros que cada personagem tem, as suas fraquezas, o que os atormenta. 

 A primeira temporada é a temporada onde conhecemos o presente, aquilo que cada personagem faz e sente. É aquela temporada onde nos é explicado o presente, sem nos contar o passado. Na segunda temporada, temos mas informações sobre o passado dos personagens, e mais coisas vêm à tona, percebemos melhor o que levou cada coisa a ser como é. 

A minha temporada favorita é sem dúvida a segunda, tem bastante mais ação, e acontecem coisas que me deixaram realmente de boca aberta. Foi também nesta temporada que me emocionei mais, chorei horrores no último episódio e fiquei com aquele gostinho de querer mais e mais episódios (infelizmente só em 2018). 

Os meus personagens preferidos são sem sombra de dúvida, a Isabelle Lightwood, a Clary Fray e o Magnus Bane. Aquele personagem que menos gostei foi o Simon, apesar de ser importante na história, irritou- me demais. 

No ponto de vista de quem leu os livros (e digo porque os estou a ler), talvez a série não esteja tão bem construída como os livros, há coisas bastante diferentes, mas na minha opinião é bastante boa e aconselho a toda a gente. 

Dou 4,5 e agora vou esperar ansiosamente pela terceira temporada! 

Alguém já viu esta série? Beijinhos 

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D